Aprenda a fazer um roteiro de limpeza do condomínio

roteiro de limpeza do condomínio

roteiro de limpeza do condomínio

Uma das grandes dores de cabeça dos administradores de condomínio é de como fazer a gestão da limpeza dos prédios. Para manter todos os ambientes limpos e otimizando gastos e o trabalho da equipe, é necessário, além de bons profissionais, ter um planejamento adequado para que o administrador organize um roteiro de limpeza do condomínio.

Primeiro devemos ter em mente que em um condomínio há diferentes níveis de limpeza: limpeza geral, limpeza de manutenção e limpeza de conservação. A limpeza geral é a mais abrangente e é executada nas áreas de maior circulação (halls e elevadores). Alguns itens devem ser limpos todos os dias, outros semanalmente.

A limpeza de manutenção exige atenção, pois esse tipo de limpeza costuma ser mais leve, já que pode ser feito até mais de uma vez por dia para atingir seu objetivo – que é o de manter determinadas áreas sempre limpas por mais tempo.

Já a limpeza de conservação é considerada a limpeza que se faz no horário comercial, como, por exemplo, o recolhimento de lixo na área comum. É o serviço que conserva um ambiente limpo por mais tempo.

 

Como organizar um roteiro de limpeza do condomínio

Horários recomendados

elevadores e a garagens, algumas das áreas muito utilizadas pelos moradores, devem ser limpas em horários com menos movimento de pessoas, como o meio da tarde, durante a semana, ou nos fins de semana pela manhã.

Número de funcionários

Segundo especialistas no assunto, calcular o número certo de funcionários para iniciar o roteiro de limpeza do condomínio depende de fatores como o tipo de piso das áreas comuns e dos halls de entrada, as características dos elevadores e salões de festa ou da sala de ginástica, além da existência de piscinas, saunas e vestiários. Para não errar, o ideal é consultar empresas especializadas ou manter um funcionário fixo para a limpeza diária e contratar diaristas para auxiliá-lo nas faxinas mensais e semestrais, que costumam ser mais pesadas.

Pisos

A variedade de pisos e assoalhos que pode ser usada em condomínios gera dúvidas e pode causar até problemas na hora de executar o roteiro de limpeza do condomínio se tratados com os produtos errados.

Pisos frios: em geral, podem ser limpos com um pano úmido ou produtos específicos todos os dias.

Pisos de pedras:  como mármore e ardósia, por exemplo, exigem um cuidado maior. Portanto, devem ser encerados com cerdas próprias para o tipo e até a cor do piso. Para encerar, pode-se usar enceradeiras, que facilitam o trabalho e garantem mais brilho, ou panos macios.

Pisos de madeira: também pedem cera. Para mantê-los sempre limpos e brilhantes, recomenda-se um pano úmido diariamente e – uma vez por semana – cera específica para o tipo e cor do piso.

Produtos de limpeza

Manusear produtos de limpeza exige cuidado e atenção. Algumas pessoas são alérgicas, sentem coceiras e muitos produtos podem causar intoxicação se inalados. Na hora de escolher os produtos que vai utilizar para fazer parte do roteiro de limpeza do condomínio, prefira os menos agressivos e neutros. O cheiro dos produtos também deve ser escolhido com cuidado na hora de definir o roteiro de limpeza do condomínio, uma vez que muitas pessoas frequentarão as áreas comuns. Uma boa opção são aromas leves ou a ausência de qualquer cheiro.

Água sanitária: conhecida por ser abrasiva e causar manchas, deve ser usada com cuidado e só quando for realmente necessária

Detergente neutro e sabão líquido: usados para a maioria dos procedimentos de limpeza. São boa opção, uma vez que se encaixam em muitos ambientes e são pouco abrasivos. Opte pelos concentrados.

Desinfetante: deve ser usado com cuidado e somente em locais necessários, como banheiros, por exemplo.

Ceras: cheque com o fabricante do piso a quantidade e o tipo do piso que aceita esse tipo de material sem prejudicá-lo.

simplecleancta

Confira também:

banner central-01

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *